Magistrada critica instalação de igrejas

Andressa Urach fala sobre drama com doença sexual
setembro 26, 2019
Fernandinho é o artista gospel mais ouvido no Spotify
setembro 26, 2019

Magistrada critica instalação de igrejas

De acordo com reportagem do site Pleno.News a juíza do Tribunal Regional do Trabalho, atacou a igreja evangélica durante uma entrevista divulgada pela Agência Pública. A magistrada citada falava sobre casos de exploração sexual infantil em Marajó, no Pará.

Segundo o portal, a juíza usou o espaço para atacar a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, por conta de uma declaração em que a ministra sugeriu a criação de empregos no Marajó através da criação de fábrica de calcinhas, uma demanda que foi feita pelos próprios moradores por conta dos crescentes casos de abuso de menores.

O site deu destaque a frase mais polêmica a ajuíza teria proferido – Nesses lugares do Marajó em que a gente vê uma ausência total do Estado, se ela (Damares) botar uma igreja evangélica em cada lugar, vai dar uma desgraça.

Com informações do site: Pleno.News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Participe de nossa programação e peça sua música